Skip to main content


A transformação digital não é a causa da mudança da sociedade, e sim o contrário, as mudanças na sociedade causaram a transformação digital.

Implementar a transformação digital nas empresas requer atenção e não é tão simples quanto parece. Ter toda uma comunicação voltada para o digital significa mudanças na cultura, tecnologias, entregas mais ágeis, flexibilização dos processos e ter mais foco no cliente.

O cenário da transformação digital no Brasil

As exigências de uma nova realidade onde a tecnologia avança mais a cada dia, fez com que as empresas se tornassem mais modernas, ou seja, não é mais uma questão de “se ou quando acontecer”, pois essa transformação está acontecendo agora.

Empresas que não se adaptarem ao meio digital, ficarão para trás. Mesmo aquelas onde os serviços ou produtos não estão ligados ao mundo tecnológico, precisam se adaptar urgentemente para essa nova realidade, afinal a internet está presente no dia a dia da maioria das pessoas e toda e qualquer empresa será conhecida, reconhecida, julgada e recomendada pelo meio digital.

Antes de avançarmos um pouco mais é importante conhecermos quais são os pilares estruturais da transformação digital:

Experiência do Cliente: A experiência do cliente, não é a única razão para investir na transformação digital. Existe uma outra razão, que é permear toda a jornada de compra do cliente, além da forma de contato da empresa com o cliente. 

Processo Operacionais:
Presente em todos os setores, é o que faz a empresa funcionar. A automatização de processos facilita a agilidade nas tarefas e acelera os resultados,  que permite que os colaboradores se dediquem mais às atividades estratégicas com melhor retorno. No cenário atual tudo funciona com muito dinamismo, então digitalizar esses processos permite maior fluidez no dia a dia.

Modelos de Negócios: Com a transformação digital, novos modelos de negócios que visam melhorar a performance da empresa podem surgir. Para que essa mudança no modelo de negócio aconteça é preciso que a empresa tenha em mente quais pontos devem e precisam trabalhar e como o negócio pode ser transformado tecnologicamente, seja oferecendo experiências totalmente digitais, ou apenas alguns serviços.

Concorrência: Antes era bem fácil identificar a concorrência, pois o concorrente era aquela empresa que possuía um negócio parecido. Hoje as fronteiras da concorrência são mais fluídas, mais sutis e muitas vezes o concorrente não é só mais aquele que oferece um negócio igual ou parecido com o que sua empresa oferece, mas também o que oferece valores parecidos com os seus. Às vezes um parceiro, pode se tornar seu maior concorrente. Logo, não há mais concorrência no mercado, e sim uma competição entre empresas, onde muitas vezes os modelos de negócios são diferentes, porém o foco é o mesmo, o consumidor final.

Dados: Fundamentais para diferenciar a empresa do mercado e gerar valor. Agora com as sanções da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), o gerenciamento dos dados recebidos pelas empresas será cada vez mais específico para cada propósito ou ação. Dessa forma a empresa passa a estreitar mais a relação com o cliente e a conhecê-lo melhor.

Inovação: No passado a inovação acontecia através de pequenas pesquisas de mercado rápidas, com um público muito pequeno e muitas vezes acontecia por meio de intuição, o que gerava um custo alto para as empresas. Com o aumento das Startups no mercado, o processo de inovação mudou. A transformação digital acelerou os testes de ideias, hoje o processo de inovação conta com feedbacks desde o pré projeto até o pós. De modo que os colaboradores sejam mais produtivos, e a empresa economize tempo, reduza o custo e melhore no âmbito organizacional.

É preciso estar atento a esses pilares para poder entender como a transformação digital vai influenciar no seu negócio.

Qual impacto da transformação digital nas empresas?

Podemos observar através dos pilares citados anteriormente, que o impacto da transformação digital está mais na estruturação em si da empresa, do que pontualmente falando.
Os processos internos, as estratégias do time comercial e marketing,  a geração de valores, a maneira que a empresa se relaciona tanto externamente, quanto internamente com o consumidor sofrem o impacto da transformação digital. E isso ocorre no aspecto geral da empresa. O que nos leva ao nosso próximo tópico.

Quais são os desafios da transformação digital no varejo?

Proteger a empresa contra riscos e instabilidades, requer uma grande atenção.
Vimos que a transformação digital está mais na estruturação geral da empresa, logo o principal e maior desafio no cenário atual de conectividade em que estamos vivendo, é garantir a segurança, tanto da empresa, quanto do consumidor final.
Se comprometer com a proteção da conexão, dos dados dos usuários, e estar atento às ameaças cibernéticas que rondam o mundo digital, mostra a responsabilidade da empresa. É de grande necessidade a contratação e implementação de soluções de segurança.
Investir em soluções que digitalizam os serviços, que ofereçam facilidade e benefícios na experiência do consumidor,  aumente o faturamento e engajamento do público alvo, são importantes diante do crescimento do comércio on-line. Quanto mais segurança a empresa passar para o usuário, mais fortalecimento da marca ela terá no mercado.
Contar com um time de cibersegurança treinado e capacitado é um up, que vai ajudar ainda mais a empresa na adaptação e implementação das soluções de segurança.

 O que está acelerando a transformação digital no varejo?

Se essa pergunta fosse feita no ano de 2020, poderíamos dizer que a pandemia dessa aceleração do varejo na transformação digital.
A realidade vai um pouco além disso, a sociedade mudou, o consumidor mudou. Tudo está na internet e empresas que não se adaptarem a essa realidade ficarão para trás e serão apagadas no mercado pelo próprio consumidor.
A conectividade é uma das razões principais que fez com que a transformação digital acelerasse e acontecesse. E como isso aconteceu?
A partir da mudança na busca do usuário por um determinado produto, por uma determinada empresa ou marca, fez com que empresas varejistas que foram uma das mais afetadas durante a atual pandemia, explorassem as ferramentas de e-commerces, assim como se aprofundassem nas plataformas digitais e mudassem a cultura organizacional da empresa, migrando a empresa para uma cultura de conectividade, migrando para uma cultura digital.
A pandemia de fato ajudou para que o processo fosse um pouco mais ágil, mas a mudança no comportamento do consumidor e o crescimento no faturamento das empresas varejistas no digital, são os que realmente aceleraram a transformação digital e fazem ela continuar crescendo e acontecendo.
A adoção de soluções de tecnologia por empresas do varejo impulsiona ainda mais a mudança para o digital, melhorando os processos, as operações e claro a experiência com o consumidor.

Quais são as oportunidades e benefícios para o varejo digital?

O digital acompanha cada vez mais as mudanças no comportamento do consumidor. Com o avanço da tecnologia as pessoas estão modificando a forma de pesquisar sobre um produto, serviço ou marca. Lembre-se que, apenas ter um e-commerce não vai fazer sua empresa acompanhar 100% a transformação digital. É preciso cuidar de toda estrutura, ter soluções de segurança. Mas qual benefício o varejo colherá com toda essa mudança?

Podemos responder essa pergunta em uma só palavra – CONECTIVIDADE – é o maior benefício que o varejo tem com o digital. Através da conectividade o varejo poderá integrar os canais de venda, rompendo toda e qualquer barreira que travava a comunicação na empresa. 


A conectividade no varejo traz maior incentivo às equipes, estreitando os laços e fazendo áreas que antes eram “rivais”, trabalharem juntas, analisarem outras perspectivas com um único propósito. A conectividade usada de modo correto na era da transformação digital reduzirá custos e aumentará a margem de lucro dos varejistas.


Como a tecnologia está ajudando o varejo a garantir essa segurança?

A tecnologia traz para o varejo digital a agilidade, flexibilidade e maior foco no cliente.
Além de oferecer a integração de sistemas que permitem a maior conectividade entre os setores, como já falamos nos tópicos anteriores.


Acompanhar as evoluções não é somente uma opção para se destacar, mas sim uma questão de sobreviver ao mercado do varejo.


Como tudo está na internet hoje, a tecnologia integrou os sistemas e trouxe maior segurança para os varejistas. Como por exemplo, o pagamento digital, que agiliza processos e reduz riscos que seriam acometidos se fosse feito manualmente.

Investir em estratégias e soluções omnichanel assegura uma melhor experiência para o consumidor entre ambientes físicos e online.


Big Data oferece aos varejistas uma grande vantagem competitiva, como engloba os dados gerados por meio de um computador, ele cruza as informações sobre os clientes e oferece a visualização de melhorias nos serviços, produtos e no relacionamento com o cliente.
Com a IoT (internet das coisas) não é diferente, pois permite aproveitar melhor os dados e criar programas de CRM inteligentes. Contar com IoT, melhora a jornada de compra e permite que a empresa conheça melhor as expectativas e necessidades do consumidor.

Esses exemplos de tecnologias trouxeram para o varejo digital maior segurança sobre os dados que trafegam na empresa, reduzindo os riscos e ampliando as possibilidades de negócios. 

Sempre terá uma solução de segurança que se adapta melhor ao seu negócio e a necessidade da sua empresa. A transformação digital trouxe a conectividade que se espalha por toda a empresa até o consumidor.

Qual o papel da segurança da informação na transformação digital?

Ataques cibernéticos crescem e evoluem a cada dia. Dados e informações de clientes são os maiores alvos dos cibercriminosos.
Quando falamos na mudança cultural da estrutura da empresa para fazer acontecer a transformação digital, não podemos deixar de fora o foco na segurança da informação. Muitas empresas focam somente no digital e esquecem da segurança. Tudo que envolve a conectividade, inovação dentro da transformação digital, envolve também a segurança da empresa e dos clientes. É importante se preocupar com a segurança da informação, para que não ocorram falhas, vazamento de dados ou indisponibilidade de serviços.

Segurança da informação é parte fundamental na transformação digital para o seu negócio. Vai além de um simples projeto da área de TI, mas sim um projeto que visa criar um processo mais integrado e seguro para a empresa como um todo, pois é preciso enxergar os riscos aos quais seu negócio pode estar exposto. A segurança da informação precisa estar incluída desde o início do projeto de transformação digital da sua empresa e precisa evoluir como parte fundamental do seu negócio.

Durante todo o artigo falamos muito sobre Mobilidade, Big Data, IoT, Conectividade e diversos outros fatores que impulsionam e forçam mais ainda as mudanças no mercado varejista.

Há muito o que ser feito em relação aos processos que tratam do gerenciamento, boas práticas e auditoria,  pessoas que precisam ter treinamento adequado e capacitadas para tratarem com as informações e tecnologia que terá como papel facilitar.
É preciso entender que informação é qualquer dado ou conteúdo que possui valor para a empresa e para o usuário, e a segurança visa proteger essas informações.
Os pilares de sustentação da segurança da informação são Confidencialidade, Integridade e Disponibilidade. Vamos entender cada um deles:

Confidencialidade ou Privacidade: Trata de impedir o acesso não autorizado de pessoas ou dispositivos aos dados. Quanto maior for o tráfego de informações na empresa, maior será o risco de invasões ou vazamentos dessas informações caso a empresa não possua soluções de segurança. É importante ter uma preocupação maior do que só com a armazenagem dessas informações. É preciso garantir uma segurança de confidencialidade ou privacidade de ponta a ponta.

Integridade: Garante que a informação (dado ou conteúdo) não sofra nenhuma alteração sem uma autorização, e caso haja alteração, que essa possa ser identificada. É preciso analisar todo trânsito da informação, para que o dado ou conteúdo não sofra qualquer tipo de manipulação, desse modo as informações que serão armazenadas terão maior integridade.

Disponibilidade: Se negligenciado, pode causar grande impacto na empresa. É este pilar que definirá quais pessoas e dispositivos serão autorizados e terão acesso às informações  de acordo com a política da empresa. É preciso considerar toda a infraestrutura de segurança que a empresa tem em relação a ataques de negação de serviço, que sempre serão uma grande ameaça para os negócios em conectividade.

Segurança da informação não é simples de ser gerenciada e implantada, mas é necessária e fundamental para a transformação digital. Esquecer da segurança da informação coloca seu negócio e a reputação da sua empresa em um risco altíssimo. É preciso ter consciência do impacto que um ataque cibernético pode causar a sua empresa.


Sua empresa está preparada? Possui as soluções necessárias para o seu negócio?

Fale com um dos especialistas da Contacta e conheça as soluções de segurança que oferecemos para o varejo.

Para maiores informações sobre o tema consulte um de nossos especialistas