Skip to main content

As inovações e mudanças na área tecnológica nos acompanham ano após ano, cada hora algo diferente e com a chegada da rede 5G iremos presenciar uma revolução na sociedade e em seu modo de vida. A implantação da rede 5G (a quinta geração de internet móvel) irá trazer uma nova fase da internet, onde teremos mais pontos de conexão e eficiência, o que vai permitir uma concretização de realidades antes só vistas em filmes, desenhos e séries de ficção científica.

Imagina só, você estar a 5 minutos da sua casa e com um simples toque na tela do seu celular você puder acender as luzes de entrada, ligar o ar condicionado se estiver calor ou o aquecedor se estiver frio, colocar o café para  fazer, ao virar a esquina de casa o portão já abrir para você, já pensou nisso? Embora hoje já seja possível fazer algumas dessas coisas, com o 5G isso será rotineiro na vida de muitas pessoas.

Nesse artigo vamos explicar melhor sobre a tecnologia 5G. Quer saber tudo? Vem com a gente!

O que é o 5G?

5G é a próxima geração de rede de internet móvel que vai trazer mais velocidade para uploads e downloads, além de uma ampla cobertura e conexões mais estáveis, o que vai permitir que mais aparelhos acessem a internet móvel ao mesmo tempo, especialistas afirmam que com o 5G mais de 1 milhão de aparelhos poderão se conectar por metro quadrado. A proposta do 5G é tornar tudo conectado (celular, geladeira, máquinas, câmeras de segurança, carro entre outros).

É esperado da rede 5G uma velocidade de 10 gigabits por segundo, e para ter uma noção dessa velocidade vamos te dar um exemplo, essa velocidade é suficiente para baixar em 25 segundos um filme em 4K. Essa velocidade é muito mais rápida comparado ao 4G dos smartphones de hoje. Vale lembrar que para aproveitar essa velocidade, é preciso ter um aparelho compatível e pronto para a rede 5G (iremos falar mais sobre isso durante o artigo).

Qual a diferença entre o 4G e o 5G? 

Você sabia que dependendo da banda de frequência, existe um limite que as ondas de rádio podem transportar de informações e que se atingirmos esse limite, para que o outro possa conseguir uma velocidade melhor, uma outra pessoa terá que diminuir? O tráfego de dados cresce em média 60% ao ano, de acordo com o conteúdo compartilhado por usuários, como vídeos, e além disso, mais serviços passam a ser utilizados e conectados.

Outra informação importante é que o 5G foi projetado para fornecer mais capacidade para mídia social, além de melhorar a nossa interação com algumas coisas que já realizamos hoje, como automatização de ambientes, pois permite uma variedade de novos tipos de dispositivos inteligentes e vem também para ajudar em novos casos de uso inovadores, que é o caso de streaming de vídeo de alta qualidade.

Você lembra da primeira geração de redes sem fio móveis? Ela foi construída entre o final da década de 70 e durante toda década de 80 e era analógica, dá pra acreditar? A voz era transmitida por ondas de rádio não criptografadas, logo toda e qualquer pessoa podia ouvir as conversas se usasse componentes adequados.

Já a segunda geração, veio na década de 90, e essa já era digital, o que possibilitou a criptografia das chamadas, além de o uso do espectro sem fio ser mais eficiente e entregar transferências de dados no mesmo nível da internet discada da época, ou dos primeiros serviços DSL posteriormente.

 

A revolução dos smartphones veio com a terceira geração, no início dos anos 2000 com a construção das redes 3G que demorou para se espalhar, mas logo os smartphones deixaram de ser vistos apenas como itens de luxo e começaram a ser considerados essenciais e necessários. 


O 4G foi projetado principalmente para o uso em telefones, enquanto o 5G já terá um uso muito mais flexível. Uma rede 5G pode funcionar como várias redes separadas, mas todas ao mesmo tempo, o que substituiria a necessidade de muitas redes para fins especiais.
A tecnologia 5G é conhecida também por divisão de redes, pois fatias da rede podem ser adaptadas para propósitos específicos e ainda atuar como sua própria rede independente, sem que recursos sejam desperdiçados com coisas desnecessárias.

 

Uma pergunta que muitas pessoas fazem hoje é se a rede 5G pode conectar mais dispositivos do que a rede 4G? Gerações anteriores a 5G, que é o caso da rede 4G, podem encontrar dificuldades para lidar com diversos tipos de dispositivos em um mesmo local, por exemplo, tentar utilizar a conexão em um ambiente lotado, como um show, cinema, shopping, e sentir que ela está mais lenta e muitas vezes não tendo êxito na conexão. Com o 5G as pessoas não terão esse tipo de problema, pois ele transmite de forma inteligente para cada dispositivo, o permite lidar com 1 milhão de dispositivos, por metro quadrado. A precisão do 5G reduz o ruído, o que faz com que a capacidade e facilidade de conectar muitos dispositivos não seja um problema e frustre o usuário.

Qual a velocidade e custo da tecnologia 5G? 

Hoje com o 4G, o mais rápido oferece aproximadamente 45 Mbps (megabit por segundo), mas há esperança de que alcance 1 Gbps (gigabit por segundo, que daria em torno de 1.024 Mbps). Acredita-se que o 5G possa atingir uma rapidez de navegação e downloads cerca de 20 vezes mais rápido.

A rede 5G oferece uma frequência que pode variar de 28 GHz até 39 GHz, enquanto a rede 4G pode variar entre 700 MHz até 2,5 GHz. Quanto mais rápida a repetição de onde, maior é a largura de banda.

Qual o impacto do 5G na economia?

Um estudo conduzido pela Qualcomm, o 5G está impulsionando o crescimento global, o que significa US $13,1 trilhões de produção econômica global e US $265 bilhões de CAPEX global e P&D anualmente para os próximos 15 anos.

A Qualcomm também descobriu que o efeito econômico total do 5G estará presente no mundo até 2035.  Um impacto muito maior do que as gerações anteriores de redes. 

O mesmo estudo revelou que a cadeia de valor 5G (fabricantes de dispositivos, operadoras, criadores de conteúdo, desenvolvedores de aplicativos e consumidores) poderia gerar até 22,8 milhões de empregos.

Somente com o tempo iremos de fato presenciar o efeito real do 5G na economia.


Benefícios do 5G para os negócios

Sabemos que um dos benefícios da rede 5G para o consumidor é ter uma conexão confiável, mais rápida e com menor latência, mas existem alguns outros benefícios voltados para as empresa:


Melhor possibilidades de trabalho remoto:
5G oferecerá melhores possibilidades para os funcionários, economizando tempo e tornando as atividades mais produtivas;


Permite que as empresas tenham suas próprias redes:
com o fatiamento de rede as empresas poderão ter suas próprias redes dedicadas para atender às suas necessidades específicas, enquanto a velocidade e latência aprimoradas terão um efeito positivo na eficiência operacional e como consequência na produtividade;

Inovação: a Internet das Coisas (IoT) em funcionamento com o 5G gera novas possibilidades de modelos de negócios, com abordagens e soluções de mercado mais modernas e efetivas.


Inteligência nos processos:
com a capacidade de automatizar o ambiente empresarial e industrial, a combinação dessas tecnologias tende a gerar uma cadeia produtiva mais categórica com processos mais qualificados e tomadas de decisões mais simplificadas;

 

Alto desempenho e produtividade: com os sistemas e dispositivos integrados e as informações transmitidas em tempo real facilitam a identificação de gargalos de produtividade em todas as áreas da empresa, as falhas são detectadas rapidamente, possibilitando uma manutenção ágil e evitando a paralisação dos processos.

 Quais tecnologias constituem o 5G?

O 5G é baseado em OFDM (multiplexação por divisão de frequência ortogonal), um método de modulação de um sinal digital em vários canais diferentes que visam reduzir a interferência. Assim como no 4G LTE, o 5G OFDM opera com base nos mesmos princípios de rede móvel, porém a nova interface 5G NR pode aprimorar ainda mais o OFDM para oferecer um grau maior de flexibilidade e escalabilidade.

 

Com quais dispositivos o 5G pode se conectar? 

Nem todos os modelos são compatíveis com a nova tecnologia e atualmente são poucos os modelos à venda que possuem capacidade para o 5G. No futuro, veremos cada vez mais novos tipos de dispositivos conectados, cada um exigindo conexões com diferentes níveis de desempenho e características.

 

No caso de smartphones, só é possível aproveitar essas velocidades com um aparelho “pronto para 5G”, ou seja, que já seja compatível com a nova tecnologia. Fabricantes como a Apple, Samsung, LG e Motorola, entre outras, já disponibilizam diversas opções.

 Como fica a segurança e proteção de dados com o 5G?

Há uma preocupação em relação à segurança da rede em si, que pode ser um pouco mais complicada de gerenciar. O 5G pode representar em partes, uma ameaça, pois existem mais vetores por onde cibercriminosos podem atacar, como uma invasão aos dispositivos IoT, por exemplo.

O desafio é ampliado para casos de uso de 5G verticais, como carros conectados e saúde, que trazem requisitos de segurança específicos para cada um dos setores. 

A segurança 5G é certamente uma tarefa complexa, mas a tecnologia ainda sim será mais segura devido à melhor criptografia do que 3G e 4G. 

O 5G é um modelo de responsabilidade compartilhada em alguns aspectos, lembrando até serviços em nuvem. As empresas continuam sendo as responsáveis ​​pelo transporte de dados pelas redes, porém são de responsabilidade das operadoras de rede móvel adotarem uma abordagem contínua baseada em risco para monitorar sua rede e serviços, desenvolvendo controles de segurança em torno de ameaças emergentes.

Quer saber como obter segurança das redes 5G e de sua infraestrutura de modo fundamental para que todo o potencial de aplicações práticas a partir dela possam ser universalizados em sua organização? Fale com um dos nossos especialistas.

Para maiores informações sobre o tema consulte um de nossos especialistas